Sábado, 15 de Junho de 2024
Notícias Evento

Encontro Estadual do CNS/PA: Populações Extrativistas Unidas em Defesa da Floresta e do Clima

A programação inclui debates abrangentes sobre a crise climática, a regularização fundiária, a infraestrutura para os territórios extrativistas, a gestão socioambiental e a promoção da produção sustentável.

21/03/2024 às 14h44
Por: Tapajós de Fato Fonte: Ascom CNS
Compartilhe:
Ascom CNS
Ascom CNS

O Conselho Nacional das Populações Extrativistas (CNS) está realizando um evento de proporções significativas para o estado do Pará: o Encontro Regional do CNS. Com o tema "Populações Extrativistas em Defesa da Floresta e do Clima", este encontro, ocorre no Hotel Beira Rio, em Belém do Pará, de 19 a 21 de março de 2024, gerando debates e reflexões fundamentais em meio ao atual cenário político e ambiental.

Encabeçando as discussões está Letícia Moraes, vice-presidente do CNS, que destaca a importância histórica do movimento extrativista e seu papel vital na preservação ambiental e na proteção dos territórios tradicionais. 

A jovem liderança destaca: "Também falaremos sobre a gestão e organização dos nossos territórios e gestão sócio produtiva e linhas de financiamento para a cesta de produtos extrativistas".

Letícia afirma ainda que durante a agenda haverá a construção de um material pedagógico que vai contar a história deste movimento e a importância das unidades de conservação, além de um plano de comunicação para as juventudes extrativistas do estado do Pará.

A programação inclui debates abrangentes sobre a crise climática, a regularização fundiária, a infraestrutura para os territórios extrativistas, a gestão socioambiental e a promoção da produção sustentável.

A diversidade é uma marca do evento, com a presença de líderes comunitários extrativistas, representantes de organizações não governamentais engajadas e, especialmente, a participação ativa das populações extrativistas de cada município. Com a expectativa de reunir 100 líderes dos territórios protegidos, sendo pelo menos 50% mulheres e 30% jovens lideranças, o encontro visa fomentar discussões e contribuições para a formulação de políticas públicas que atendam às necessidades específicas dessas comunidades.

José Ivanildo, membro da Diretoria do CNS, afirma que: "Nos encontramos para refletir a conjuntura, nacional e estadual, com relação às políticas públicas que estão sendo formuladas, que impactam as nossas vidas, mas planejar ainda as nossas agendas".

Ivanildo afirma ainda que este encontro estadual tem um papel significativo no processo de fortalecimento das bases, por meio dos debates coletivos, que impactam diretamente a realidade das populações extrativistas do Pará.

Entre os principais objetivos do encontro, estão o fortalecimento da mobilização social, a eleição da nova coordenação regional do CNS/PA para o período de 2024 a 2028, e a abordagem de temas relevantes como a crise climática, questões fundiárias, produção sustentável, políticas públicas e financiamento socioambiental.

Liderança histórica do CNS, Atanagildo Matos - Gatão, destaca que: "Nós vamos discutir assuntos importantíssimos, tais como a regulação, e regularização fundiária, além de tratar da crise climática. Vamos ainda discutir sobre a questão produtiva e vamos tratar também com organizar nossos territórios. 

Ademais, serão reservados momentos para a formação política da base extrativista, debates sobre o papel das unidades de conservação de uso sustentável e a elaboração de um planejamento estratégico para o CNS nos próximos anos.

A participação ativa dos jovens e das mulheres extrativistas será incentivada, reconhecendo-se o seu papel fundamental na construção de um futuro sustentável para a Amazônia e para o Brasil.

O Encontro Estadual do CNS/PA representa, assim, uma oportunidade ímpar para a união e a colaboração das populações extrativistas em sua luta contínua pela preservação da floresta e pela garantia de seus direitos e territórios. Afinal, é somente por meio do envolvimento e da participação de todos que poderemos construir um futuro mais justo e sustentável para as presentes e futuras gerações.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.