Sábado, 15 de Junho de 2024
Gênero e Sexualidade Evento

III Fórum de Mulheres do Baixo Amazonas, realizado em Óbidos, debate sobre gênero e clima

Liderado por nove (9) mulheres da região do Baixo Amazonas, com a parceria do Ministério Público do Oeste do Pará (MPPA), o fórum discute acerca da construção de possibilidades de acesso à políticas públicas já garantidas em lei e estrutura meios para inserir novas políticas que atendam as demandas atuais.

25/03/2024 às 16h35
Por: Conce Gomes Fonte: Tapajós de Fato
Compartilhe:
 Coordenação do Fórum/ Foto: Tapajós de Fato
Coordenação do Fórum/ Foto: Tapajós de Fato

O Fórum de Mulheres do Baixo Amazonas teve em 2024 sua terceira edição, com a participação de aproximadamente 795 mulheres de toda a região do Baixo Amazonas. É o terceiro ano consecutivo de realização do evento, que é idealizado por mulheres da Associação de Mulheres Trabalhadoras do Baixo Amazonas - AOMTBAM. 

Com o tema, “Gênero e clima: impactos interseccionais", o Fórum discutiu temáticas acerca dos impactos socioambientais e políticos na vida das mulheres.

Liderado por nove (9) mulheres da região do Baixo Amazonas, com a parceria do Ministério Público do Oeste do Pará (MPPA), o fórum discute acerca da construção de possibilidades de acesso à políticas públicas já garantidas em lei e estrutura meios para inserir novas políticas que atendam as demandas atuais.

Durante o evento, após as mesas de debates, as participantes se dividiram em grupos de acordo com as temáticas a serem refletidas em busca de soluções para as problemáticas existentes nas diversas localidades de toda a região, um momento de fala e escuta das vozes das mulheres para que a partir daí se estruture medidas de transformação social junto ao poder público para aplicabilidade das políticas e mudanças concretas como resultado. E assim surge a proposta do Fórum, a partir da realidade das mulheres, com o objetivo de falar para além dos impactos socioambientais, mas também sobre representatividade política e empoderamento político das mulheres nos lugares de decisão, como explica Maria Auta Amorim, da Associação de Mulheres de Óbidos.

“A importância do fórum para as mulheres da região e do Baixo Amazonas é de definir as estratégias de enfrentamento às políticas de combate à violência contra a mulher e garantir os direitos da cidadania assim como o seu empoderamento feminino e o protagonismo, principalmente esse ano que é eleitoral, um dos nossos objetivos é realmente fazer esse chamamento das mulheres pela questão climática, da questão de buscar os seus direitos e assumirem esses cargos de poder principalmente nas prefeituras, nas câmaras de vereadores, fazer um chamamento para as mulheres fazerem uma campanha para que possam votar nas mulheres que é uma das eh dificuldade das mulheres é votar nas mulheres, é por isso que a maioria das Câmaras tem poucas tem poucas mulheres. Então esse é um dos chamamentos dessas mulheres, para que elas possam realmente ocupar os poderes de decisões principalmente nas Câmaras, nas prefeituras.” 

Maria Auta Amorim comenta ainda sobre um dos principais objetivos do Fórum:

“O principal objetivo do nosso fórum é o empoderamento e protagonismo feminino, buscando resgatar valores na luta por direitos na região e principalmente na região do Baixo Amazonas. Esse era um dos objetivos do nosso seminário, para que as mulheres saindo do fórum elas possam fazer as rodas de conversa, os seminários em relação a esses temas, para que elas sejam essas quatrocentas e cinquenta mulheres multiplicadoras para outras mulheres de tudo que foi discutido no nosso fórum.”

Roda de debates / Foto: Tapajós de Fato

Dentre os debates nos grupos, o terceiro fórum propõe quatro temas a partir da Participação Política da Mulher: ser mulher exige cuidado; ser mulher cuidando das mudanças do clima e a sobrevivência da família; ser mulher é ocupar os lugares onde se planeja a vida e ser mulher é ser feliz.

A cada ano se tem pequenas, mas, importantes conquistas nos espaços de vivência dessas mulheres que têm lutado para terem suas vozes ouvidas nas cidades e em seus territórios de vida e vivência, e assim, em três anos de Fórum, já se consegue identificar mudanças e conquistas, como o exemplo da sala amarela inaugurada na cidade de Terra Santa durante o segundo fórum no ano de 2023. 

O terceiro fórum de mulheres do Baixo Amazonas, foi marcado pela presença de Carmem Foro, Secretária Nacional de Articulação Institucional do Ministério das Mulheres, e também é mulher amazônida. Ela reuniu com lideranças dos movimentos, governo estadual e local para falar sobre os desafios de Governo e sociedade civil para acessar políticas, quais caminhos definir e como criar uma secretaria e compor conselhos municipais para controle social. Mais uma articulação importante para o Fórum de Mulheres do Baixo Amazonas, que vem caminhando, conquistando e promovendo espaços políticos de participação das mulheres da região.

Reunião de Carmem Foro com lideranças / Foto: Tapajós de Fato

E assim o debate continua, os movimentos das mulheres se fortalecem e a luta para ocupar espaços onde se planeja a vida também. O Movimento das Mulheres agora segue firme rumo ao quarto Fórum das Mulheres do Baixo Amazonas, que será realizado na cidade de Alenquer, estado do Pará.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.