Segunda, 21 de Junho de 2021 03:26
093991489267
Reportagem Especial Reportagem Especial

Dezembro verde tem caso de abandono de animais registrado em Santarém

Casal foi multado em 18 mil reais pelo crime ambiental.

29/12/2020 12h02 Atualizada há 6 meses
Por: Tapajós de Fato Fonte: Tapajós de Fato
Dezembro verde tem caso de abandono de animais registrado em Santarém

No mês em que é celebrado o dezembro verde, uma campanha contra o abandono e maus tratos de animais e que visa a adoção responsável, um caso de abandono foi registrado em Santarém, oeste do Pará. O crime ambiental foi registrado por imagens de quem passava pelo local.

Na tarde da última terça-feira, dia 22 de dezembro, um casal foi flagrado abandonando uma gata e seus filhotes no parque da cidade em Santarém, o vídeo foi repercutido em várias redes sociais e em meios de comunicações de várias cidades. O absurdo visto revoltou muitas pessoas, inclusive o autor do vídeo que preferiu não se identificar.

A cena mostra o casal tirando uma caixa de papelão de sua camionete, e depois de despejar o conteúdo da caixa em uma área do parque, o homem vê que ainda resta um filhote de gato na carroceria de seu carro e brutalmente arremessa o animal, logo em seguida, ligam o carro e vão embora deixando ali um total de seis gatos abandonados. De acordo com a Lei Federal nº 9.605/98, abandono ou maus tratos de animais é crime, com pena específica de reclusão, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, multa e proibição da guarda quando em casos de cães e gatos. O casal foi identificado e denunciado pela ONG União Animal e recebeu uma multa no valor de R$ 18.000,00 (dezoito mil reais).

Uma dessas pessoas que assistiu ao vídeo e se revoltou foi Jennifer Adelardo, que em conversa com o Tapajós de Fato contou um pouco de sua experiência com animais abandonados e com a ONG União Animal, que foi a responsável por fazer a denúncia nesse último caso noticiado. Atualmente em Porto Trombetas, Jennifer conta que através de sua amiga quando morava em Santarém teve contato com a ONG, “uma amiga minha adotou uma cadelinha de lá e me falou da ONG. Pouco tempo depois meu irmão e eu começamos a ajudar sempre que possível, já servi de lar temporário pra um gato da ONG que acabou ficando de vez lá em casa”.  

Perguntamos também quantos gatos ela tem atualmente e se ela tem o hábito de resgatar animais abandonados, e ela nos disse que tem atualmente 8 gatos em casa e todos foram resgatados da rua, alguns filhotes e outros já adultos, e que já chegou a ter 13 gatos em casa. Jennifer mora com minha mãe, e fala que sempre que vê algum gatinho abandonado em situação de risco elas o abrigam e cuidam até que ele consiga um lar” e também dá uma dica pra quem quer salvar animais largados “e sempre que sobra um dinheirinho a gente manda castrar, assim fica mais fácil o processo de adoção”.

Ao fim da conversa Jennifer dá um recado pra quem pensa em adotar ou pegar um animal pra criar “Pense muito bem antes de adotar ou de comprar um animal, eles geram gastos, eles precisam de atenção, de carinho, eles têm sentimentos, necessidades, e não são objetos que você descarta quando deixam de ser fofinhos ou quando dão trabalho demais ou até mesmo quando começam a se reproduzir. Eles são um compromisso pra vida toda”.

 Fotos: Arquivo pessoal

 

Infelizmente, na cidade de Santarém, este é um ato comum de se ver na região que rodeia o parque, consequentemente aumentando o número de animais abandonados dentro do local. Há uma estimativa não oficial feita pela Organização Mundial da Saúde (OMS) apontando que há mais de 30 milhões de cães e gatos em condição de abandono no Brasil. Com tantos casos de falta de cuidado com animais de estimação, muitos deles acabam contraindo e transmitindo doenças, criando um problema de saúde pública em muitos lugares.

Para ajudar estes animais que sofrem com o abandono e com maus tratos, a campanha de conscientização Dezembro Verde surgiu para que as pessoas se atentem e denunciem essas práticas criminosas, além de chamar a atenção de quem não tem um animal de estimação para que dêem um lar para aqueles que foram abandonados e precisam de cuidados.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.