Segunda, 21 de Junho de 2021 04:56
093991489267
Cidades Unidade

Jovens do Baixo Amazonas, no Pará, criam grupo em rede social para compartilhar experiências

#ÉguaDaQuarentena é o titulo dado a iniciativa que busca conectar as juventudes da região. Saiba como participar.

01/03/2021 14h38
Por: Tapajós de Fato

Há um ano, o primeiro caso do novo coronavírus era confirmado no Brasil, em um homem de 61 anos que havia viajado à Itália. Internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, ele se curou pouco mais de duas semanas depois, mas o vírus continuou chegando ao país e logo se espalhou, inicialmente entre as classes mais altas e, depois, entre os mais pobres.

A região norte tem sido uma das mais atingidas pela pandemia. Em Janeiro de 2021, o estado do Amazonas passou por um colapso na saúde pública, ocasionado, entre outros fatores, pela falta de Oxigênio.

A região do Baixo Amazonas, no estado do Pará, entrou em Lockdown, em decorrência do imediato número de casos registrado no começo do mês, o que levou a ocupação total dos leitos de UTI para covid-19, por pelo menos 4 vezes, em apenas 3 semanas.

De acordo com um levantamento do UNICEF, 72% dos jovens brasileiros sentiram a necessidade de pedir ajudar em relação ao bem-estar físico e mental durante a quarentena. Contudo, 41% não recorreram a ninguém.

Pensando em como conectar as juventudes do Baixo Amazonas, e dar voz e disseminação de conteúdos desenvolvidos ao longo destes meses de quarentena, um grupo de jovens usou o meio digital para estar próximo de outros jovens.

Nasceu assim o #ÉguaDaQuarentena, um grupo no WhatSapp, onde todos os dias, seus membros compartilham suas histórias e experiências de pandemia.

A iniciativa conta com a participação de pessoas de toda a região.

Sem querer dar spoiler, o grupo tá muito interessante, e sempre tem algo novo acontecendo, e tornando um pouco mais divertida, essa corrente do bem, mesmo de casa.

Para participar, clique aqui.

 

Acesse as redes sociais do Tapajós de Fato: FacebookInstagram e Twitter.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.