Segunda, 26 de Julho de 2021 17:01
093991489267
Saúde Saúde

#JunhoVermelho: a importância da doação de sangue

O 14 de junho é usado para homenagear quem já é doador de sangue e para conscientizar quem ainda não é.

14/06/2021 16h42
Por: Tapajós de Fato Fonte: Tapajós de Fato
#JunhoVermelho: a importância da doação de sangue

Hoje, dia 14 de junho é comemorado o dia mundial do doador de sangue, uma data para homenagear quem já é doador e para conscientizar a população que não é sobre a importância da doação de sangue. no Brasil apenas 1,8% da população é doadora, enquanto o ideal seria de pelo menos 5%.

A data foi criada por iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2014, e o dia escolhido é uma homenagem ao nascimento de Karl Landsteiner um imunologista austríaco que nasceu em 14 de junho de 1868 e que descobriu o fator Rh e as várias diferenças entre os diversos tipos sanguíneos.

Em junho de 2015 a campanha #JunhoVermelho foi criada pelo Ministério da Saúde (MS) para todo o país com o objetivo de incentivar a população brasileira a se sensibilizar e fazer a doação sanguínea.

Um pessoa que é doadora de sangue é extremante importante para a sociedade, pois ela ajuda a salvar a vida alguém que muitas vezes ela não conhece. Porém, não é qualquer pessoa que pode ser doadora de sangue, portanto, para evitar riscos de infecções alguns requisitos básicos são exigidos.

Veja quem pode doar sangue:

  • Homem ou mulher entre 16 e 68 anos (menores de 18 anos precisam de formulários de autorização preenchidos pelos pais;
  • Ter acima de 50 quilos;
  • Não ter Hepatite B, Hepatite C, Doença de Chagas, Sífilis, AIDS (HIV), HTLV;
  • Estar bem alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação).
  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas)
  • Puérperas (mulheres que deram à luz há bem pouco tempo) devem esperar 90 dias em caso de parto normal e 180 dias em caso de cesariana, após o parto;
  • Se estiver gripado, esperar no mínimo 7 dias após a recuperação para poder doar;
  • Após uma doação, as mulheres devem esperar 90 dias para fazê-lo novamente; enquanto os homens devem esperar 60 dias.
  • Apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social, Carteira Nacional de Habilitação e RNE-Registro Nacional de Estrangeiro*).

A transfusão de sangue só pode ser feita quando o tipo de sangue entre o doador e o paciente é compatível e, é indicada em casos como:

·         Anemia profunda;

·         Hemorragia grave;

·         Queimaduras de 3º grau;

·         Hemofilia;

·         Após transplante de medula ou de outros órgãos.

 

Além disso, as transfusões de sangue também são muito utilizadas quando surge uma hemorragia grave durante uma cirurgia.

Existem 8 variações de tipos sanguíneos, que cada tipo tem sua especificidade sobre para qual tipo pode doar e de qual tipo pode receber sangue.

 

A doação de sangue é um grande ato de empatia que pode salvar a vida de muitas pessoas, e devido as diferentes características sanguíneas mostrada acima, cada doador de sangue é valioso, por isso, doe sangue.

 

Acesse as redes sociais do Tapajós de Fato: FacebookInstagram e Twitter.

 

Acesse ainda o Podcast Tapajós de Fato.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.