Segunda, 26 de Julho de 2021 17:00
093991489267
Notícias Notícias

Oportunidade para ativistas do Pará: aceleradora IARA vai selecionar organizações e coletivos que queiram realizar campanhas de impacto em suas comunidades

Inscrições vão de 01 à 20 de junho

17/06/2021 16h11
Por: Tapajós de Fato
Oportunidade para ativistas do Pará: aceleradora IARA vai selecionar organizações e coletivos que queiram realizar campanhas de impacto em suas comunidades

Com a proposta de fortalecer o ativismo local, a IARA (Inovação e Aceleração na Região Amazônica) é uma plataforma que visa apoiar organizações e coletivos a tirar seus projetos do papel e a mobilizar cidadãos paraenses para gerar mudanças.  Por meio de um edital, que tem suas inscrições de 01 à 20 de junho, serão selecionadas até 8 organizações, que vão percorrer uma jornada de aceleração de três meses, na qual receberão apoio em 3 frentes: aporte financeiro, desenvolvimento de campanhas e fortalecimento institucional.

 

"A Amazônia exerce um papel central em relação à agenda de clima e aos desafios que teremos diante da emergência climática e de seus desdobramentos econômicos e sociais. Apesar disso, hoje, a discussão sobre Amazônia ainda está distante da realidade e dos desafios locais reais e a sociedade civil local têm pouco espaço em fóruns estratégicos para as suas proposições e demandas, além de pouco acesso a recursos para tirar suas ideias do papel. A IARA foi criada para potencializar os grupos que já atuam e promovem mudanças no território e garantir que eles tenham mais metodologias, ferramentas e recursos ao alcance de suas mãos para crescer e seguir gerando impacto”, afirma Ana Clara Toledo, a representante da Purpose Brasil.

 

O edital busca apoiar grupos com propostas de campanhas focadas na mobilização de pessoas para promover mudanças que respondam aos seguintes eixos: Mobilidade, Economia da floresta em pé, Saneamento básico e acesso à água e Defesa do território. Por campanha, entende-se como o processo de mobilizar pessoas para gerar transformações - sejam elas mudanças de percepção, de políticas públicas, de comportamento ou de capacidades. O importante é que as campanhas tenham como objetivo gerar uma mudança concreta e que façam isso através da ação e mobilização de um grupo de pessoas.

 

Para se inscrever no edital IARA é necessário fazer parte de um coletivo, organização, associação, movimentos de base ou institutos de pequeno e médio porte que sejam sem fins lucrativos; ter sido fundado há no mínimo um ano e que já tenham realizado ao menos um projeto ou campanha. Serão priorizados grupos compostos por: Mulheres, pessoas indígenas e de comunidades tradicionais, pessoas negras e jovens na faixa etária de 18 a 29 anos. Confira o edital no site da aceleradora para mais informações: www.iaraedital.com.br

 

A IARA faz parte do Laboratório de Clima da Purpose, uma organização global formada por um time de ativistas que cria soluções de impacto para acelerar a construção de um mundo mais aberto, justo e habitável. Com o propósito de fomentar o desenvolvimento de campanhas inovadoras e criativas, a ideia é estimular a experimentação de novas narrativas, estratégias e formatos, criando novos caminhos para promover as mudanças necessárias na agenda de justiça climática e proteção ambiental.

 

O edital IARA é uma iniciativa criada para destravar e acelerar soluções na Amazônia que sejam criadas a partir do olhar e das potências locais. 

 

A Aceleração 

 

O programa de aceleração iniciará na semana de 2 de Agosto e acontecerá em dois eixos: A aceleração de campanhas e a aceleração institucional. O primeiro eixo se dará por meio de 7 oficinas coletivas e de mentorias individualizadas semanais com cada iniciativa. Ao longo da aceleração, cada grupo irá desenvolver e executar sua própria campanha com o apoio do time da Purpose. 

 

Já o segundo eixo se dará no decorrer de 6 oficinas coletivas quinzenais, de uma consultoria individualizada para cada iniciativa durante os três meses de aceleração e do apoio de especialistas em gestão, captação de recursos, finanças, dentre outros temas, que podem ser acessados livremente de acordo com a demanda de cada iniciativa. 

 

“Ainda que a organização tenha um propósito claro e uma causa relevante, é extremamente necessário que ela também tenha uma base institucional sólida, que garanta uma sustentabilidade em termos de existência. Em nossa metodologia de aceleração, as organizações têm acesso a ferramentas, conteúdos e pessoas que ajudam a estruturar e a fortalecer essa caminhada. Acreditamos muito que a sociedade civil é responsável pela mudança nas cidades e, para isso, elas precisam estar seguras de si, dos seus modelos de negócio e com um plano de ação claro. Com propósito se avança e com gestão se sustenta. Queremos ver cada vez mais o norte e a Amazônia tendo espaço nacionalmente e por isso apoiamos organizações para que juntos consigamos ir além”, afirma Juliana Teles, co-fundadora do Impact Hub Manaus, parceiro da IARA e responsável pelo eixo de aceleração institucional dos grupos participantes.

A aceleração tem a duração de três meses e vai até o final de Outubro. Em Novembro, haverá uma formatura com as apresentações das organizações para parceiros e financiadores da Purpose. 

 

A Purpose 

 

A Purpose trabalha desenvolvendo campanhas e estratégias de mobilização pública e criando novas narrativas para mobilizar audiências estratégicas por causas globais a partir de uma perspectiva local. Além disso, faz parceria com ativistas, organizações sociais, empresas e entidades filantrópicas pioneiras no Brasil e ao redor do mundo. Os escritórios da Purpose estão em seis regiões chave: São Paulo, Nova York, Londres, Nairóbi, Sidney e Nova Delhi. 

 

Serviço 

 

Edital IARA 

 

Inscrições: 01 à 20 de junho

 

Onde: www.iaraedital.com.br

 

Redes sociais

 

Instagram: @sonhesuacidade

 

Facebook: @cidadesdossonhos

 

Acesse as redes sociais do Tapajós de Fato: FacebookInstagram e Twitter.

 

 

Acesse ainda o Podcast Tapajós de Fato.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.