Segunda, 27 de Setembro de 2021 00:08
093991489267
Política Favorecimento

UBS Santa Clara passa a funcionar em propriedade da irmã da primeira-dama de Santarém

Celi Maria Gomes de Brito Carneiro irá receber R$5,5 mil por mês ao longo de 5 anos

11/09/2021 18h36
Por: Tapajós de Fato Fonte: Tapajós de Fato
UBS Santa Clara passa a funcionar em propriedade da irmã da primeira-dama de Santarém

A UBS (Unidade Básica de Saúde) Santa Clara, atualmente localizada na avenida São Sebastião, próximo à travessa Silvino Pinto, passará a funcionar na travessa Dom Amando, 101, em imóvel pertencente a uma cunhada do prefeito Nélio Aguiar (DEM), Celi Maria Gomes de Brito Carneiro. 

 

O aluguel da propriedade foi feito com dispensa de licitação e autorizado pela titular da Secretaria Municipal de Saúde, a advogada Vânia Portela, em um contrato com duração de 5 anos – 2 de setembro de 2021 a 2 de setembro de 2026. Até o final do contrato, Celi receberá, pelo aluguel, R$ 330 mil provenientes dos cofres públicos, o equivalente a R$5,5 mil mensais.

O mandato de Nélio Aguiar encerra em dezembro de 2024, e ele não poderá concorrer pela terceira vez ao cargo por impedimento legal. No entanto, sua esposa, Celsa Brito, deve concorrer a vaga à Alepa (Assembleia Legislativa do Pará) nas eleições de 2022.

 

Anunciada no final de maio deste ano, a possível candidatura da esposa de Nélio à Alepa gerou mal-estar na base aliada do prefeito de Santarém. Os aliados enxergam nessa candidatura a escancarada preferência de Nélio em favorecer a entrada no governo do município para dois nomes na campanha eleitoral do próximo ano: sua esposa, Celsa Brito (estadual) e Henderson Pinto (federal). Outros candidatos, como José Maria Tapajós (PL), Ronan Liberal (MDB), Alysson Pontes (PSD), Erlon Rocha (MDB), entre outros, seriam deixados de escanteio.


Acesse as redes sociais do Tapajós de Fato: FacebookInstagram e Twitter.

  Acesse ainda o Podcast Tapajós de Fato.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.