Sábado, 16 de Outubro de 2021 09:58
093991489267
Saúde Covid-19

Balanço da Covid-19 em Santarém: como a cidade foi afetada?

A pandemia do novo coronavírus, agravada no Brasil em 2020, foi sentida coletiva e individualmente pelos santarenos.

22/09/2021 11h16
Por: Tapajós de Fato
Balanço da Covid-19 em Santarém: como a cidade foi afetada?

Início da pandemia no Brasil

Desde o ano passado, o Brasil vem vivenciando a pandemia da COVID-19. O coronavírus, originado na cidade de Wuhan, na China, em dezembro de 2019, espalhou-se por todo o mundo no início do ano seguinte. Em fevereiro de 2020, os primeiros casos de brasileiros infectados pela doença começaram a surgir. Daquele momento em diante, os números de pessoas doentes e de mortos passaram a subir, demandando medidas de proteção, como distanciamento social, uso de máscaras e de álcool em gel e, em situações mais graves, aplicação de lockdown – fechamento total dos comércios em várias cidades. A vacina, tão necessária, só chegou ao país em janeiro deste ano.

 

Como os santarenos vêm vivendo o período pandêmico

Enquanto no Brasil, o primeiro caso de coronavírus foi confirmado no fim do mês de fevereiro, em Santarém, os primeiros casos só foram confirmados e divulgados pela Prefeitura no início do mês de abril de 2020. No entanto, apenas 60 dias mais tarde, o pico do número de mortes já foi atingido: no dia 8 de junho, 25 mortes haviam sido registradas. No mesmo mês, no dia 26, 615 casos confirmados – o número mais alto até então – foi registrado.

 

Este ano, a vacinação começou no município e, apesar de seu avanço lento, no princípio, já teve reflexos sobre a contaminação. Em março de 2021, houve um pico de 43 mortes e outro de 165 casos confirmados, números menos alarmantes que os do ano anterior. 

 

Atualmente, o município conta com os seguintes dados – referentes a todo o período da pandemia –, segundo boletim publicado pela Prefeitura de Santarém: são 20.972 casos confirmados; 19.493 recuperados; 1.094 óbitos – sendo que nenhuma nova morte foi registrada nos últimos 4 dias; 24.338 suspeitas foram descartadas e 44 estão em análise. 

 

É importante ressaltar que o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) é a referência, em Santarém e em municípios vizinhos, para tratamento da COVID-19. No HRBA, há 41 leitos para adultos, sendo que 9 deles estão ocupados com 5 pacientes positivados e 4 suspeitos. Além disso, há 120 leitos clínicos, dos quais 23 estão ocupados com 18 casos positivados e 5 suspeitos.  

 

Acesse as redes sociais do Tapajós de Fato: FacebookInstagram e Twitter.

  Acesse ainda o Podcast Tapajós de Fato

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.