Quinta, 02 de Dezembro de 2021 00:36
093991489267
Saúde COVID-19

Variante Delta é detectada em 30 de 53 PMs com covid-19 em Santarém

Santarém, Alenquer, Mojuí dos Campos e Rurópolis registram casos da doença. Pessoas com as duas doses voltam a adoecer.

04/11/2021 16h02
Por: Tapajós de Fato

Trinta dos 53 policiais militares, que realizavam curso de aperfeiçoamento em Santarém, e estavam contaminados com o coronavírus SARS-CoV-2, testaram positivo para a variante Delta. A confirmação ocorreu nesta quarta-feira (3), pelo Laboratório de Biologia Molecular (Labimol) da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), com base no sequenciamento genético feito pela Fundação Oswaldo Cruz 9Fiocruz), no Rio de Janeiro. Ainda segundo a instituição, quatro municípios da região oeste do Pará apresentam vários casos da doença: Santarém, Alenquer, Mojui dos Campos e Rurópolis.

De acordo com o coordenador do Labimol, professor Marcos Prado, o sequenciamento das amostras analisadas nos policiais militares e em outras pessoas da região, nos últimos meses, deixa claro a relação entre os aumentos de casos de covid e a variante Delta, com a possibilidade de uma potencial transmissibilidade na região, estendida a todo o estado do Pará.

Os policiais que testaram positivo para a variante Delta são do Comando de Policiamento Regional 1 (CPR-1), da Polícia Militar, no Baixo Amazonas, e participaram como alunos do Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos (CAS) em Santarém. As amostras, que já tinham uma suspeita pela alta carga viral e sintomas intensos, foram enviadas ao Laboratório Central do Estado (Lacen), que então fez a demanda de análise à Fiocruz.

MUDANÇAS NO CENÁRIO DE ESTABILIZAÇÃO

 

Prado informou que nos meses de agosto, setembro e outubro, deste ano de 2021, o Labimol registrou um pequeno número de resultados positivos da covid-19, em torno de 10%, o que levou os pesquisadores a acreditar que a pandemia estava entrando em um estágio de estabilização na região, mas em final de setembro, o Labimol passou a constatar mudanças nesse quadro.

"No final de setembro, começamos a perceber um aumento no número de casos e cargas viriais muito elevadas, a partir da situação que ocorreu com os policiais militares, considerando agora o sequenciamento, ficou claro, a relação entre os aumentos de casos de covid na região oeste do Pará e a variante Delta, então, hoje, nós podemos afirmar, considerando os números de testes realizados pelo Labimol, no mês de outubro, que quatro municípios da região estão em surto, Santarém, Alenquer, Mojuí dos Campos e Rurópolis", afirmou o professor.

Ele acrescentou que o Labimol vai enviar mais amostras para sequenciamento para confirmar se realmente é a variante Delta, mas disse que pelo dos resultados e dos testes realizados no laboratório, algo diferente está acontecendo no oeste do Pará.

PESSOAS COM AS DUAS DOSES VOLTAM A ADOECER

 

"Com esse resultado do sequenciamento dos policiais militares, nós acreditamos sim que ocorre na região oeste um surto em virtude da variante Delta. Importante destacar que esse surto está ocorrendo também em pessoas vacinadas com as duas doses da vacina", enfatizou o coordenador do Labimol.

Em outubro de 2021 o Labimol da Ufopa, em parceria com a Secretaria de Estado do Pará (Sespa) realizou 2.060 testes RT-PCR para detecção da Covid-19. Desse total, 22.7% (468 testes) foram positivos e 77.3% (1.592 testes) foram negativos. Considerando o histórico de casos registrados em cada município, é possível afirmar que no mês de outubro quatro municípios apresentaram aumento súbito de casos, o que caracteriza o surto de Covid-19 apontado para Santarém, Alenquer, Rurópolis e Mojui dos Campos.

Acesse as redes sociais do Tapajós de Fato: FacebookInstagram e Twitter.

 

  Acesse ainda o Podcast Tapajós de Fato

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.