Quinta, 02 de Dezembro de 2021 01:31
093991489267
Notícias Moda

#AFW21 celebra a diversidade da produção de moda na Amazônia

.

09/11/2021 12h41
Por: Tapajós de Fato Fonte: Diário do FB
#AFW21 celebra a diversidade da produção de moda na Amazônia

Realizado há sete anos em Santarém (PA), o Amazônia Fashion Weekend consolida-se como o único evento de moda do interior do Pará e nesta edição, através do Edital de Multilinguagens da Lei Aldir Blanc, como espaço de lançamento de novos estilistas. Serão 15 desfiles nos dias 12 e 13 de novembro, no pátio central do Paraíso Shopping Center, sendo 11 de moda autoral.

O evento viaja pelos tecidos estampados e pintados manualmente da Grife Gato’s e nas peças de alfaiataria em tons sóbrios da Coleção SOU, inspirada no Boto Rosa, assinada por Suzane Gonçalves Atelier. A estilista Thaissa Becho apresenta em sua marca homônima de moda praia cores vibrantes e modelagens que remetem as dos anos 80 e o jovem estilista Yann Canté tira dos croquis uma coleção inspirada na alta costura, intitulada “Amazônia em preto e branco”.

Pela primeira vez uma estilista trans se apresenta no #AFW21, Maria Flor, da Rolê da Flor, um trabalho artístico transcendental com a coleção Mulambra. A Rataria entrega na passarela um fashion show ao som de GP, o criador da marca de camisas que são vendidas para custear a produção de músicas de trap, um subgênero do rap. Bem como a Baobá Amazônico, com peças da coleção AfroAmazônida ao som do grupo El Puxirum. E o que falar da coleção da Lemmure? Camisas de tecido estonado, shorts e chinelos com a pegada moda praia, de Ipanema a Alter do Chão.

A marca De Sá trará para o desfile biojoias com referências arqueológicas confeccionadas em cerâmica na coleção Tapajônica. Bya Crochê resgata o charme e a beleza atemporal do crochê nas peças únicas produzidas com agulha e fios contínuos. E as ecobags exclusivas de psicodelia amazônica da Haus G, integralmente pintadas a mão, mostram-se acessórios regionais indispensáveis, assim como os trajes esportivos e casuais da Lupo e da Malwee – MH Store, marcas tradicionais que também desfilam no evento.

 

Line Up do Amazônia Fashion Weekend

 

12 de novembro

 

1.       Bya Crochê

2.       Grife Gatos Store

3.      Haus G

4.      De Sá

5.      Yann Canté

6.      Rolê da Flor

7.      Rataria

8.      Baobá Amazônico

 

13 de novembro

 

1.      Lupo (Infantil)

2.      Malwee – MH Store (Infantil)

3.      Suzane Gonçalves Atelier

4.      Thaissa Becho

5.      Lemmure

6.      Malwee – MH Store

7.      Lupo

 

Identidade Visual

 

A estampa com grafismos indígenas das pinturas geométricas produzidas em território paraense, com preto e branco e off White predominantes, originalmente criada pelo estilista Victor Dzenk, marca a identidade visual do Amazônia Fashion Weekend. Cada etnia da Amazônia possui um tipo específico de grafismo, uma identidade com traços normalmente produzidos a partir de tintas naturais aplicadas na pele, como Jenipapo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.