Quinta, 02 de Dezembro de 2021 01:06
093991489267
Reportagem Especial Opinião

Amizade: uma ponte fundamental para a interação humana

.

18/11/2021 11h37 Atualizada há 2 semanas
Por: Henrique Nunes
Fonte: Revista Galileu
Fonte: Revista Galileu

Por: Henrique Nunes

 

Amizade: uma construção que deve ter em sua base o amor, a empatia, o respeito e a confiança; uma relação que muda vidas, que transforma pensamentos, enobrece as pessoas, as faz se sentir vivas, importantes e necessárias. Desde agora ressalto: uma amizade verdadeira não pode ser construída sobre a areia, mas deve ser construída sobre a rocha, onde o vento não impera.

Aqui, quero fazer referência à um homem popularmente conhecido: Jesus. Ele não quis ser sozinho; reuniu um grupo pequeno de doze homens sem títulos de nobreza, sem quaisquer riquezas materiais ou privilégios entre seus pares e construiu com eles uma amizade. Uma amizade baseada no amor, no respeito, serviço ao outro. O exemplo da amizade de Jesus com seus discípulos nos mostra que, para construir relações fortes, intensas e verdadeiras, o que é material e externo ao ser humano não deve ser prioridade, mas sim aquilo que se carrega no interior, o caráter, a capacidade de compreensão, do respeito às diversidades e a intensa convivência com a compreensão, pois não somos iguais e não temos a capacidade nem o direito de moldar as pessoas conforme nossos interesses.

Uma das maiores dificuldades da atualidade para a construção de amizades duradouras e produtivas é a falta de empatia e sensibilidade. Muitos ainda julgam antes de conhecer e permitem que a primeira impressão “negativa” sobre alguém impeça uma provável aproximação e conversa com aquela determinada pessoa. Parece que o “não julgue antes de conhecer” não tem feito muito efeito, na prática. Fico imaginando: quantas conversas interessantes, quanto conhecimento, quantas surpresas, quantos sorrisos, quantas amizades não deixaram de acontecer simplesmente por conta de uma má impressão que não foi corrigida. “Aquele cara é metido”, “aquela menina se acha”, “esse aí só quer ser”... Há muito a ser vencido, de fato. É bem verdade que se deve ter muito cuidado e cautela quando se fala do contato com outros, e é justamente por isso que, quando me refiro à amizade, falo da necessidade da construção, porque é no processo que o conhecimento em relação ao outro vai sendo conquistado, pois a amizade é uma ponte fundamental para a interação humana.

Como é maravilhoso ter alguém com quem sempre podemos contar, partilhar as angústias, medos, mas também as alegrias, as conquistas, os objetivos traçados. Nossos melhores amigos podem ser nossos familiares, ou alguém que mesmo não possuindo nenhum laço parental, se assemelha a um irmão ou irmã, por conta da forte ligação e aproximação existente. Como são importantes aquelas besteiras que se contam, aquelas duas ou três horas de ligação, sustentadas pelos mais diversos assuntos: relacionamentos, política, religião, educação, enfim, as boas amizades flutuam por todos os espaços, principalmente quando são pautadas pelo respeito e compreensão.

Encerro com mais uma pitadinha de poesia, desta vez de Alexandre O’ Neill, que em seu poema “Amigo”, disse o seguinte:

Mal nos conhecemos
Inauguramos a palavra amigo!

Amigo é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo

Uma casa, mesmo modesta, que se oferece.
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!

Amigo (recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?)
Amigo é o contrário de inimigo!

Amigo é o erro corrigido,
Não o erro perseguido, explorado.
É a verdade partilhada, praticada.

Amigo é a solidão derrotada!

Amigo é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
Amigo vai ser, é já uma grande festa!
[AVB1] 

Já dizia o grande mestre Milton Nascimento: “amigo é coisa pra se guardar debaixo de sete chaves, dentro do coração”. Coloquemos isso em prática e certamente seremos mais felizes, lembrando sempre que as verdadeiras devem ter por alicerce uma rocha chamada amor.

 

Acesse as redes sociais do Tapajós de Fato: FacebookInstagram e Twitter.

  Acesse ainda o Podcast Tapajós de Fato

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.