Quinta, 26 de Maio de 2022
Política Direitos

Governador do Pará anuncia aumento salarial de 10,5% para servidores, aposentados e pensionistas, a partir de Abril

O governador informou também que o salário dos professores será reajustado em 33,24%. A proposta vai garantir ainda o acréscimo no auxílio alimentação que deve chegar a mil reais.

08/03/2022 às 10h52 Atualizada em 10/03/2022 às 14h18
Por: Tapajós de Fato
Compartilhe:

O governador do Pará, Helder Barbalho, anunciou na segunda-feira, dia 07 de março, por meio das suas redes sociais, o envio à Assembleia Legislativa do Pará - Alepa - do projeto de lei que concede aumento salarial de 10,5%, a partir de abril. A proposta também garante um crescimento no auxílio alimentação, devendo chegar a R$1.000. 

 

O reajuste, que vai beneficiar 150 mil paraenses servidores públicos, aposentados e pensionistas, será concedido a partir do mês de abril. Para os professores, o reajuste será de 33,24%, garantindo assim o pagamento do piso salarial da categoria, estabelecido pela lei do piso salarial de professores.

 

Em vídeo o governador fala ainda sobre as correções salariais dos praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros além dos servidores que recebiam abaixo do salário mínimo, também foi destacada. “Com a nova política salarial do Governo do Pará, além de garantir uma remuneração mais justa e digna, o aumento também representa uma injeção direta de recursos na economia paraense, para ajudar a retomar as atividades econômicas depois da pandemia da Covid-19”, explica o governador. 

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Helder Barbalho (@helderbarbalho)


Helder Barbalho aproveitou o momento para mencionar que as medidas foram possíveis em função do compromisso com uma gestão séria e eficiente com os recursos públicos, “obedecendo ao planejamento e às regras do equilíbrio fiscal, que é um princípio fundamental de nossa governança, que nos permite reconhecer o valor e a importância dos nossos servidores públicos”, termina Helder.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.