Quinta, 26 de Maio de 2022
Política Eleição

Aproximadamente 850 mil eleitores paraenses estão em situação eleitoral irregular

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE) alerta aos eleitores a necessidade de regularizar a situação eleitoral para não sofrerem penalidades. O prazo para regularizar o título de eleitor junto ao TRE é até o dia 4 de maio de 2022.

18/03/2022 às 15h51
Por: Tapajós de Fato Fonte: Tapajós de Fato
Compartilhe:
Fonte: Tribunal Superior Eleitoral
Fonte: Tribunal Superior Eleitoral

De acordo com Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE), cerca de 850 mil eleitores estão em situação irregular, e podem sofrer penalidades na vida pública. O prazo para regularizar o título de eleitor junto ao TRE é até o dia 4 de maio de 2022.

 

Conforme o § 1º do art. 7º do Código Eleitoral - Lei nº 4.737, de 1965, o eleitor que não regularizar sua situação com a Justiça Eleitoral, não poderá:

 

  • obter passaporte (1) ou carteira de identidade;
    (1) A restrição prevista no § 1º não é aplicável ao brasileiro residente no exterior que requeira novo passaporte para identificação e retorno ao Brasil, conforme disciplinado pelo § 4º do art. 7º do Código Eleitoral.

  • receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, autárquico ou paraestatal, bem como fundações governamentais, empresas, institutos e sociedades de qualquer natureza, mantidas ou subvencionadas pelo governo ou que exerçam serviço público delegado, correspondentes ao segundo mês subsequente ao da eleição;

  • participar de concorrência pública ou administrativa da União, dos estados, dos territórios, do Distrito Federal, dos municípios ou das respectivas autarquias;

  • obter empréstimos nas autarquias, nas sociedades de economia mista, nas caixas econômicas federais e estaduais, nos institutos e caixas de previdência social, bem como em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo, ou de cuja administração este participe, e com essas entidades celebrar contratos;

  • inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, e neles ser investido ou empossado;

  • renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo;

  • praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda;

  • obter certidão de quitação eleitoral, conforme disciplina a Res.-TSE nº 21.823/2004;

  • obter qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado.

 

Importância do título de eleitor

As eleições de 2022 estão previstas para acontecerem no dia 2 de outubro, e 30 do mesmo mês caso haja segundo turno. O voto representa uma conquista para o povo brasileiro, e é um dos principais instrumentos para exercer a democracia e escolher o futuro dos estados e do país.

 

Maike Vieira, professor de Geografia Política e Presidente do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) destaca a representatividade do voto.

 

"No atual contexto que estamos vivendo de cerceamento e censura de direitos, o voto é um instrumento democrático que foi muito reivindicado nos longos anos de ditadura militar. Não é algo pequeno. É algo muito maior e importante no processo”.

 

Para Maike Vieira, o voto junto a outros instrumentos como a participação popular, consulta pública e mais plebiscito são essenciais para garantir e manter a democracia, “mas neste momento é fundamental regularizar o título eleitoral e garantir que a democracia aconteça, a gente viveu e vive muitos ataques à democracia, como por exemplo falar que a ‘urna eletrônica que não tem vínculo nenhum com a internet não é segura’, é um ataque a democracia”, destaca.

 

Em um ambiente democrático, o voto e a urna eletrônica representam segurança a garantia do processo popular de escolha de representantes, “falar de voto impresso, falar de fraude eleitoral é um ataque a democracia, então regularizar a galera para ficar apta a votar é garantir que a democracia se estabeleça e se exerça”, afirma Maike Vieira.



Como regularizar a situação eleitoral?

 

O eleitor deve se dirigir ao Tribunal Regional Eleitoral de sua cidade, ou pode buscar o serviço online no site do tribunal: https://www.tse.jus.br/eleitor/titulo-de-eleitor/situacao-eleitoral. Para ter acesso aos serviços do TRE é preciso estar com os documentos pessoais em mãos. Após a regularização do título, o eleitor deve ficar atento às propostas dos candidatos e exercer sua cidadania no dia das  eleições.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.