Quinta, 26 de Maio de 2022
Notícias Audiência

MPF promoverá audiência pública para debater questões ambientais e fundiárias do PAE Lago Grande

A realização presencial da audiência pública dependerá das condições da pandemia de covid-19, podendo sua realização ser prorrogada ou procedida.

30/03/2022 às 09h56
Por: Tapajós de Fato Fonte: MPE
Compartilhe:
Foto reprodução
Foto reprodução

Ministério Público Federal (MPF) vai realizar audiências públicas no Projeto de Assentamento Extrativista Lago Grande (PAE Lago Grande), em Santarém no oeste do Pará, nos próximos dias 25 de abril e 2 de maio. Os eventos vão reunir autoridades dos órgãos públicos da região e representantes das 128 comunidades para debater e encaminhar medidas de proteção da área contra ameaças de violação de direitos humanos por empresas, megaprojetos e grilagem de terras.

 

A audiência do dia 25/4 vai ocorrer na comunidade de São Francisco, na região do Arapiuns e a do dia 2/5 na comunidade de Muruí, região do Lago Grande. As duas terão início às 9h. Estão convidados os moradores do assentamento, movimentos sociais, organizações indígenas, povos tradicionais, universitários e também o Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Agricultores Familiares de Santarém (STTR) e Federação das Associações de Moradores e Comunidades do Assentamento da Gleba Lago Grande (Feagle).

 

Também serão convidados a comparecer à audiência pública o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), o Instituto de Terras do Pará (Iterpa), o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Prefeitura Municipal de Santarém, Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Santarém (Semma), Polícia Federal/Santarém, Delegacia Especializada em Conflitos Agrários (Deca/Santarém), Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará).

 

A realização presencial da audiência pública dependerá das condições da pandemia de covid-19, podendo sua realização ser prorrogada ou procedida por videoconferência, conforme prévia decisão e divulgação, a depender das condições sanitárias e das normas exaradas pelas autoridades sanitárias competentes na semana de sua realização. Durante as audiências será obrigatório seguir as diretrizes dos órgãos sanitários.

 

O Lago Grande, em Santarém, no Pará, é um projeto de assentamento agroextrativista com 250 mil hectares onde moram 35 mil pessoas em 128 comunidades. A região é conhecida pela riqueza em recursos pesqueiros e florestais e pela força das tradições comunitárias, mas também é marcada historicamente por conflitos com madeireiros e grileiros que invadem porções da terra para atividades ilegais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.