Quinta, 26 de Maio de 2022
Notícias Inscrições

Inscrições prorrogadas: Aceleradora IARA seleciona coletivos e organizações interessados em colocar a defesa da Amazônia no centro do debate eleitoral

Programa de aceleração de seis meses atuará no desenvolvimento de campanhas, fortalecimento institucional e aporte financeiro de 40 mil reais. Inscrições prorrogadas até 01 de maio.

26/04/2022 às 13h24
Por: Tapajós de Fato Fonte: ASCOM Iara
Compartilhe:
ASCOM Iara
ASCOM Iara

Com o objetivo de potencializar coletivos e organizações ativistas, a plataforma de Inovação e Aceleração na Região Amazônica (IARA) está com a 2° edição do seu edital aberto para iniciativas dos estados do Pará, Amapá, Amazonas, Rondônia e Maranhão interessados em colocar a defesa da Amazônia no centro do debate eleitoral de 2022. Até 10 organizações serão selecionadas para uma jornada de seis meses de aceleração nos eixos de desenvolvimento de campanhas, fortalecimento institucional e aporte financeiro de 40 mil reais. Inscrições prorrogadas até o dia 01 de maio.

 

Nesta edição, o edital pretende apoiar grupos que têm impacto positivo em suas comunidades e que queiram influenciar as eleições deste ano, buscando angariar comprometimentos dos candidatos em relação à agenda socioambiental e engajar eleitores para que escolham seu voto com base na pauta de proteção da Amazônia e de seus cidadãos.

 

Ana Clara Toledo, coordenadora de estratégia do Laboratório de Clima da Purpose e uma das pessoas que está à frente da iniciativa, fala da importância de olhar para as eleições a partir de uma perspectiva amazônida. "As eleições de 2022 serão decisivas para as agendas de clima e de conservação da Amazônia. Neste sentido, a partir da IARA, temos a oportunidade de fortalecer as vozes e soluções locais e de colocar a defesa do território como uma das soluções para os desafios econômicos e sociais que o Brasil está enfrentando neste momento". 

 

Em sua primeira edição, a IARA apoiou 07 organizações e coletivos do estado do Pará que realizaram campanhas de mobilização para fortalecer suas comunidades de atuação e combater problemas históricos do território amazônico, conforme ressalta Taynara Gomes, Gerente de Projetos do Laboratório da Cidade: “Desenvolver a campanha de mobilização durante a IARA foi um processo de muito aprendizado e de muitas conquistas também. A gente começou com um projeto muito abrangente para discutir a caminhabilidade em Belém do Pará, partindo dos indicadores de pesquisas de que a cidade é a pior capital do país em caminhabilidade, arborização, qualidade de calçada e acessibilidade, e a partir daí a gente foi construindo a campanha. Ao longo da aceleração da IARA como um todo a gente conseguiu afunilar nossos objetivos, trabalhar com nichos específicos, desenhar as ações, etapas e o que a gente conseguiria fazer para ter um bom alcance na campanha”.

 

O Laboratório da Cidade é um laboratório de ativismo em Belém (PA) que usa a intervenção urbana, mobilização, comunicação e advocacy para influenciar as políticas públicas e aumentar a participação do cidadão. Durante o seu processo de aceleração, realizou a campanha “Caminhando por Belém” com o objetivo de criar uma cobertura política para medidas eficazes que possibilitem a mobilidade a pé no centro da cidade, de acordo com Taynara: “Alcançamos muito mais do que imaginávamos: tivemos dois projetos de leis protocolados, tivemos um bom diálogo com o executivo municipal para conseguir subsidiar um programa emergencial de recuperação de calçadas, conseguimos fazer um ‘mão na massa’ para mostrar que como essa discussão, numa escala maior, pode resultar em algo concreto, uma ação que promoveu um caminho seguro para uma escola de primeira infância. Quando a gente olha para estes resultados, a gente percebe que foi graças a orientação e aprendizado que tivemos nesses meses de orientação”. 

 

Para se inscrever no edital IARA, é necessário fazer parte de um coletivo, organização, associação, movimento de base ou instituto de pequeno e médio porte que sejam sem fins lucrativos; atuar e ser baseado no Amazonas, Pará, Rondônia, Maranhão e/ou Amapá; ter sido fundado há no mínimo um ano e já ter realizado ao menos um projeto ou campanha de mobilização para criar melhores condições de vida para as populações e a natureza. Serão priorizados grupos compostos por jovens, mulheres, pessoas indígenas e de comunidades tradicionais e pessoas negras. O edital completo está disponível no site da aceleradora: http://www.iaraedital.com.br/.

 

A IARA faz parte do Laboratório de Clima da Purpose, uma organização global formada por um time de ativistas que cria soluções de impacto para acelerar a construção de um mundo mais aberto, justo e habitável. Com o propósito de fomentar o desenvolvimento de campanhas inovadoras e criativas, a ideia é estimular a experimentação de novas narrativas, estratégias e formatos, criando novos caminhos para promover as mudanças necessárias na agenda de justiça climática e proteção ambiental.

 

A Aceleração

O programa de aceleração ocorrerá de junho a novembro, por meio de 11 oficinas online e um encontro presencial, nos quais serão compartilhados metodologias e experiências de desenvolvimento institucional e construção de campanhas. Além disso, cada iniciativa contará com uma mentora de gestão e uma mentora de campanhas, que darão apoio personalizado aos grupos, provendo direcionamentos estratégicos para seu desenvolvimento. Em cada fase da aceleração, as iniciativas poderão acessar consultores especializados em diferentes áreas de conhecimento, para que possam desenvolver habilidades e suprir gargalos onde mais importa para cada uma.

 

A Purpose 

 

A Purpose trabalha desenvolvendo campanhas e estratégias de mobilização pública e criando novas narrativas para mobilizar audiências estratégicas por causas globais a partir de uma perspectiva local. Além disso, faz parceria com ativistas, organizações sociais, empresas e entidades filantrópicas pioneiras no Brasil e ao redor do mundo. Os escritórios da Purpose estão em seis regiões chave: São Paulo, Nova York, Londres, Nairóbi, Sidney e Nova Delhi.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.